Home > Administração > Árvore de decisão: veja como o gráfico pode ajudar na administração da empresa

Árvore de decisão: veja como o gráfico pode ajudar na administração da empresa

krasnopolski / iStock / Getty Images Plus A árvore de decisão é fundamental para que administradores consigam tomar decisões mais assertivas.

Uma das tarefas mais importantes para um administrador é saber tomar decisões. Isso porque definir um norte para que haja um equilíbrio entre o desempenho de atividades e seus resultados é um passo crucial para o sucesso ou fracasso de uma empresa.

Porém, a preocupação em escolher a opção que trará o resultado desejado (ou o mais próximo dele) é comum entre gestores — especialmente quando eles passaram por experiências malsucedidas ou não possuem conhecimento ou segurança suficiente para identificar alternativas confiáveis.

Para ajudar esses gestores, existem recursos capazes de auxiliar esses profissionais a gerir a organização por meio de decisões assertivas e bem embasadas. Uma dessas ferramentas é a chamada árvore de decisão, um mapa que não só ajuda o gestor a detalhar a melhor opção para a empresa no momento, mas a qualificá-la para o futuro. Entenda como isso funciona:

Árvore de decisão: administração com qualidade

A árvore de decisão é um esquema que apresenta possibilidades variadas com resultados diversos. Para montá-la, o administrador cria um gráfico em que realiza comparações com decisões variadas, apontando quais os impactos que cada escolha pode apresentar. Custos, benefícios e oportunidades também são mostrados no gráfico para que o administrador reconheça o melhor caminho.

Estrutura da árvore de decisão

O nome faz alusão a uma árvore porque ele parte de um ponto e apresenta diversas ramificações, assim como a raiz de uma árvore pode apresentar vários ramos. Para que ela funcione, é preciso formar a seguinte estrutura:

•             A decisão: é o ponto que se deseja escolher e, a partir daí, começam a surgir as possibilidades;

•             Nós de possibilidade e de decisão: são os resultados que podem ser conquistados ao escolher determinada decisão. Inicialmente, não é descartada nenhuma possibilidade, pois nada se concretizou ainda. Porém, se o resultado for algo que pode ser resolvido, pode-se limitá-lo nesse ponto. Se for incerto, podem ser feitas ramificações para outras possibilidades. E se for algo obrigatório, outra decisão poderá ser inclusa.

O gestor pode adotar algumas imagens para que a árvore de decisão crie forma. Atualmente, alguns softwares de gestão já disponibilizam modelos de árvore de decisão para que as decisões sejam digitalizadas e calculadas sistematicamente para se chegar a resultados variados.

Árvore de decisão: quais são as vantagens?

É muito raro encontrar um administrador que consiga tomar decisões certas em um curto período ou sem enfrentar nenhum tipo de dilema ou dificuldade. Todo gestor precisa de planejamento e de um momento para avaliar todas as variáveis de uma empresa, de modo a conseguir garantir um bem comum.

Uma árvore de gestão proporciona decisões mais assertivas e que consideram todos os aspectos atuais da empresa. O modelo não se concentra só na situação atual, mas é capaz de apresentar outras opções que podem ser usadas no presente ou no futuro, mediante necessidade. Além disso, a árvore de gestão pode ser associada a outras plataformas de tomada de decisão, deixando a escolha a ser seguida mais clara, mais objetiva e mais adequada.

Matérias Relacionadas