Home > Administração > Como reconhecer a hora exata de contratar um novo funcionário?

Como reconhecer a hora exata de contratar um novo funcionário?

Especialista em gestão e aceleração empresarial mostra como tomar essa iniciativa sem comprometer os negócios

© Depositphotos.com / Wavebreakmedia Antes de aumentar a equipe de trabalho é necessário avaliar as finanças e outros pontos importantes.

Contratar um funcionário envolve uma série de fatores. Além da preocupação com a descrição e divulgação da vaga, para atrair as pessoas com o perfil certo, o empregador precisa verificar se há realmente necessidade de aumentar a equipe e, principalmente, se há dinheiro em caixa suficiente para bancar a contratação e a permanência do profissional.

“Uma contratação, no momento errado, é como investir na bolsa de valores justamente num dia de grande queda: não vai dar o retorno esperado e ainda vai queimar as fichas que poderiam ser investidas em alguma estratégia que realmente pudesse dar maior e melhor retorno à sua empresa”, alerta Marcus Marques, especialista em gestão e aceleração empresarial.

O especialista, que também é mentor e coach de donos de pequenas e médias empresas e diretor-executivo do Instituto Brasileiro de Coaching – IBC, explica que o empresário deve agir sempre deve avaliar a necessidade real da contratação e a viabilidade do ponto de vista financeiro para só depois decidir o que é melhor para aquele momento: esperar mais um pouco, contratar ou buscar estratégias para aumentar a produtividade da equipe atual, sem aumentar o quadro de funcionários.

Pensando em auxiliar os empresários da melhor maneira, Marcus Marques desenvolveu um teste com dez perguntas que tem o objetivo de ajudar o líder empresarial a identificar a hora exata de contratar um novo funcionário, sem correr o risco de tomar uma decisão precipitada.

“A ideia desse teste surgiu a partir de minhas experiências práticas e da convivência com empreendedores, donos de pequenas e médias empresas. Contratar ou não é uma dúvida muito comum, principalmente quando o negócio está crescendo muito rápido. Isso ocorre porque, quando a demanda aumenta, a primeira solução quem vem à mente do empresário é: contratar. Entretanto, se isso não for bem pensado, pode acabar inchando a operação da empresa, muitas vezes, sem necessidade”, explica Marques.

E completa: “É preciso refletir com muito cuidado sobre toda nova contratação, porque sempre dá para pensar em otimizar os processos, reconfigurar o trabalho, implementar softwares, reorganizar as funções etc.”

Checklist – Contratar ou não contratar?

Marcus Marques elaborou 10 perguntas que o empresário deve responder. Ele foi desenvolvido para funcionar como um checklist, no qual cada resposta positiva (check) corresponde a um ponto.

1. Sua empresa está estruturada financeiramente para aumentar o custo fixo da folha de pagamento?
Pontos a considerar: o custo de contratação de um funcionário no Brasil pode ultrapassar os 60% do salário em questão, a depender do regime tributário da empresa.

2. Esse novo funcionário contribuirá para o crescimento efetivo do seu negócio?
Pontos a considerar: a contratação de um novo funcionário deve fazer parte do objetivo estratégico da empresa e não apenas “apagar um incêndio” (quando você não está dando conta do volume de trabalho, por exemplo).

3. Existe uma demanda real e de longo prazo que justifique essa contratação?
Pontos a considerar: não dá para contratar alguém fixo e em tempo integral por causa de um aumento temporário da demanda dos clientes.

4. Você tem certeza de que essa necessidade empresarial está diretamente relacionada à contratação de um novo funcionário?
Pontos a considerar: Pessoas + Processos = Resultados. Sua empresa precisa de mais um profissional ou os processos é que devem ser rearranjados (implantação de um novo software, reorganização da equipe etc.)?

5. Está claro para você quais são as habilidades e expertise que esse novo funcionário deve aportar na empresa?
Pontos a considerar: antes de pensar em contratar, é preciso ter claro o perfil profissional que agregaria valor para a empresa.

6. Você já considerou a hipótese de terceirizar essa demanda específica, buscando inteligência externa para resolver o problema?
Pontos a considerar: contar com uma ajuda pontual externa, além de ser muito mais barato, reduz dramaticamente o risco de uma contratação malfeita.

7. Essa nova contratação vai desenvolver um trabalho que você ou alguém da equipe não pode executar e/ou aprender?
Pontos a considerar: é sempre tempo de desenvolver suas próprias habilidades e expertise, portanto vale sempre a pena considerar essa hipótese.

8. Você tem percebido problemas na qualidade da entrega e do atendimento de sua empresa que justifiquem a contratação?
Pontos a considerar: esse é um bom termômetro e é sempre bom ouvir o que os stakeholders têm a dizer sobre a qualidade de entrega e atendimento.

9. A estrutura física atual de sua empresa (espaço, mesa, computador) está preparada para receber esse novo funcionário?
Pontos a considerar: é sempre importante lembrar que a contratação de um funcionário não representa aumento de custos apenas por seu salário e encargos. É preciso oferecer estrutura física adequada para receber este profissional.

10. Você já considerou e refletiu, de maneira aprofundada, sobre o que aconteceria em sua empresa se você não fizesse essa contratação?
Pontos a considerar: este é um bom exercício para entender se a não contratação seria realmente sentida pela empresa.

Resultados do checklist:

7-10 pontos: é hora de contratar.
Se você deu check em pelo menos sete perguntas, significa que sua empresa está mesmo na hora de contratar um novo funcionário.

4-6 pontos: talvez ainda dê para esperar.
Há algumas evidências claras de que sua empresa precisa de um novo funcionário, mas talvez ainda não seja a hora de optar por esse caminho.

0-3 pontos: busque alternativas.
Não é necessário contratar alguém ainda. Sua empresa está em ascensão, mas ainda há alternativas melhores para suprir a demanda e é sempre bom poder contar com uma ajuda externa, não é mesmo?

Matérias Relacionadas