Home > Administração > A importância da Gestão de Ativos de Software no gerenciamento de processos e projetos

A importância da Gestão de Ativos de Software no gerenciamento de processos e projetos

Chonlachai / iStock / Getty Images Plus A implementação de uma Gestão de Ativos de Softwares é fundamental para fortalecer a empresa dentro do mercado.

A Gestão de Ativos de Software, também conhecida como Software Management (SAM), tem como principal objetivo promover o gerenciamento de todo o ciclo de negócios, visando elevar os valores, tornar os processos mais eficientes e minimizar os riscos presentes dentro da empresa.

Esta é uma metodologia que serve para otimizar o uso de software na empresa em relação à usabilidade, segurança e controle. A implementação do SAM é essencial para agregar maior valor ao gerenciamento de processos e projetos e fortalecer a empresa dentro do mercado.

Daniel Galvão, Business Development Manager-SAM da empresa Softline, ressaltou em entrevista para o portal Mundo Carreira que “a Gestão de Ativos Software tem como foco principal habilitar os clientes finais no entendimento das regras de licenciamento a fim de obter uma otimização de uso de software visando redução de custo, conformidade e cumprimento com as regras de governança corporativa e de Tecnologia da Informação”.

Como funciona a Gestão de Ativos de Software?

Para implementar o SAM na empresa, o primeiro passo é recolher e analisar alguns dados, o que pode ser feito de forma manual ou automática. Com essas informações em mãos, é possível identificar quais melhorias precisam ser realizadas para, assim, criar uma forma de realizar a otimização dos ativos de software e o levantamento de solicitações para que o investimento seja aplicado adequadamente.

A avaliação do SAM funda-se do fornecimento de uma visão mais ampla das implementações, tornando possível que haja muito mais eficiência nas compras, gerenciamento, otimização e desativação, melhorando uma série de processos. Ele ainda possibilita o desenvolvimento de conhecimentos comerciais com maior economia e agilidade para tornar ainda melhor a gestão e controle das questões comerciais e operacionais da TI.

Para Galvão, hoje a Gestão de Ativos de Software é uma área fundamental para vários segmentos do mercado, pois além de direcionar os investimentos, ela está diretamente relacionada com a exposição a riscos de auditoria, que é uma crescente modalidade comercial dos fornecedores dessa ferramenta.

Qual a importância da Gestão de Ativos de Software

Existem diversas vantagens em implementar a Gestão de Ativos de Softwares dentro da empresa, tais como:

  • Aumento da segurança financeira;
  • Redução de custos;
  • Maior controle de responsabilidade (custos financeiros e legais);
  • Funcionários mais satisfeitos e produtivos;
  • Escalabilidade;
  • Melhor posicionamento dentro do mercado;
  • Aumento no valor de negócios a longo prazo.

Galvão ressaltou ainda o tamanho do impacto positivo de uma boa gestão de ativos de software nas pequenas, médias e grandes empresas: “Uma boa gestão de Ativos de Software aliada com um redesenho de processos representa uma potencial redução de custos, já no primeiro ano, de mais de 30% de todo o gasto com software. Além de mitigar uma possível exposição da marca da empresa no mercado, podendo prejudicar a reputação e influenciar negativamente em negócios futuros”, aponta.

Matérias Relacionadas