Home > Coaching > Como escolher um coach?

Como escolher um coach?

Conhecer a experiência do profissional e buscar referências são algumas das dicas

© Depositphotos.com / stevanovicigor Para fugir dos aproveitadores, é preciso avaliar o histórico do profissional.

Conquistar aquela importante vaga de emprego, se aventurar no mundo do empreendedorismo, mudar de carreira ou se recolocar no mercado. Estes são alguns dos motivos que levam muitos profissionais a procurarem os serviços de um coach.

Este profissional, indicado para os mais variados setores, desde carreira até saúde, é aquele que ajuda as pessoas a saírem de um ponto “A” para um ponto “B”. As metas e diretrizes são alinhadas entre o coach e coachee que é a pessoa que contrata os serviços.

A prática de coaching vem crescendo nos últimos anos e muitas pessoas têm investido neste serviço, o que fez aumentar a quantidade de nichos onde ele se faz presente, mas também a preocupação, uma vez que podem existir maus profissionais e oportunistas por aí. Para não cair em armadilhas, como escolher o melhor coach?

“Com uma variedade de profissionais no mercado, a escolha deve ir além de uma simples busca na internet. O primeiro passo é identificar o histórico, resultados e experiências”, orienta Scher Soares, especialista em Comportamento e Desenvolvimento Humano.

Após uma pesquisa, selecione os possíveis candidatos e busque referências, para saber se o perfil do profissional está de acordo com suas expectativas. “Procure alguém que esteja disposto a ajudar você a seguir com o plano e executá-lo de forma eficiente, a fim de atingir o alvo”, destaca o especialista.

É importante lembrar que o coach não é um parceiro do coachee, e sim da meta a ser alcançada. “Se a relação for de parceria, em algum momento, o coach acaba colocando o seu cliente em uma zona de conforto. Lutar pelos nossos objetivos nem sempre é fácil. Em algum momento, vai exigir um esforço maior. Nesse processo, é preciso sentir um pouco de dor, mas mesmo assim seguir adiante”, conclui Scher.

Dicas de como escolher um coach de maneira mais assertiva

Para fugir dos aproveitadores e contratar os serviços de um profissional que vai realmente lhe ajudar a alcançar os objetivos, Scher Soares separou algumas dicas:

1. Cheque a quilometragem
O coach, como diversas outras profissões, necessita de experiência, volume de sessões e de clientes. Levante com o profissional que está avaliando quantos clientes ele já teve, quantos ele tem ativos no momento, há quanto tempo atua na área e qual o volume aproximado de sessões realizadas.

2. Perfil dos coaches
Seguramente você terá importantes benefícios se o seu coach já tiver histórico e experiência no atendimento a perfis e contextos relativamente relacionados ao seu. Se você é um executivo sênior, por exemplo, e ele não tem grandes experiências com profissionais nessa posição, provavelmente ele não terá o mesmo volume de referências daquele com grande experiência nesse quesito.

3. Profissão, cargos e experiências anteriores
Certamente a formação do seu coach é muito importante, mas o processo em si transcende o simples uso de técnicas. A experiência pregressa do coach faz parte seu perfil.

4. Referências
Solicite algumas referências de coachees que ele atendeu e faça contato para compreender a percepção de outras pessoas que passaram pelo processo.

5. Histórico de resultados
Pesquise quais resultados os coachees do seu coach acumulam, frutos desse trabalho.

6. Cases de sucesso
Verifique se o seu coach tem alguns cases de sucesso mais expressivos e discuta com ele sobre isso. Aproveite para checar se o perfil, ritmo e estilo estão alinhados com as suas expectativas.

7. Profissionalismo
Certifique-se a respeito das formações, cursos auxiliares e do profissionalismo do seu coach. Não hesite em solicitar mais informações para ter a certeza de que irá trabalhar com um profissional tecnicamente preparado para ajudá-lo a avançar firmemente na direção da sua meta.

Matérias Relacionadas