Home > Concursos Públicos > Futuro profissional: Carreira pública ou privada?

Futuro profissional: Carreira pública ou privada?

Entenda como funcionam essas vertentes e tudo que é preciso para seguir cada uma dessas carreiras

O mercado de trabalho é realmente muito amplo e é comum que alguns profissionais fiquem em dúvida quanto ao seu futuro profissional, portanto, o que é melhor: carreira pública ou privada?

Carreira Pública

Senado brasileiro

Senado – Foto: fkb

A estabilidade e o conforto proporcionados pelos cargos públicos são os atrativos levados em consideração para muitos jovens e profissionais já inseridos no mercado de trabalho. Isso tem feito com que a cada ano no Brasil mais pessoas prestassem os concursos para ingressarem nessa área.

Geralmente os salários de cargos públicos já são elevados no início da carreira, mas a ascensão de cargos é bem mais demorada e difícil do que na área privada. É também uma área em que inovação é algo quase inconcebível, pois está cercada de limites legais e burocracia, portanto o profissional que não se contenta com o modo tradicional de trabalho deve optar pela carreira privada.

O perfil mais adequado à carreira pública é de uma pessoa determinada e que almeja uma profissão estável. Como para entrar na área pública é necessário prestar concurso, o candidato deve ter conhecimento geral, habilidades na sua área de atuação e na hora da inscrição, saber realmente a área com que tem maior afinidade, caso contrário, não terá bom aproveitamento na profissão.

As áreas públicas mais procuradas ainda são cargos jurídicos e de contabilidade, que atraem inclusive profissionais experientes em áreas totalmente diferentes.

Carreira Privada

Feedback

Foto: edgblogs

Contrária à carreira pública, os cargos da área privada necessitam de um perfil de profissional proativo, inovador e que saiba muito bem agir sob pressão. Raciocínio lógico e rápido são essenciais.

Segundo José Roberto Marques, presidente do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), na iniciativa privada existe maiores chances de ascensão e plano de carreira, pois os salários e cargos podem ser elevados com o tempo.

Isso acontece porque os profissionais privados devem sempre seguir novas tendências e se adequar ao mercado, pois quando as empresas não estiverem satisfeitas com o desempenho do funcionário, podem demiti-lo e fazer a contratação de outro que seja mais “barato”, o que é interessante para a empresa. Na área pública a ascensão também ocorre, porém de uma forma bem lenta.

Na área privada pode-se obter maior liberdade de oportunidades segundo as pretensões do funcionário que a procura. É um campo bem amplo e complexo, requer pessoas que estejam sempre ativas e tenham domínio de negociação.

Definir qual dessas áreas é a melhor nunca será possível, na realidade o candidato tem que definir para si qual a melhor vertente a ser seguida, dependendo então do seu perfil profissional e do modo o qual considera melhor trabalhar.

Matérias Relacionadas