Home > Desenvolvimento Humano > Falta de ética no trabalho: como conversar com funcionários descontentes na equipe?

Falta de ética no trabalho: como conversar com funcionários descontentes na equipe?

iStock / Getty Images Plus / alexytrener A falta de ética profissional pode estar associada a um descontentamento por parte do colaborador, e cabe ao gestor saber como lidar com este problema.

A chamada ética profissional diz respeito ao conjunto de valores e princípios que conduzem o comportamento de um indivíduo dentro da sociedade. Toda e qualquer organização segue um padrão de ética corporativa, que é aplicado e conduzido a partir de regras internas que visam garantir o andamento correto de todos os processos de trabalho.

A ética no trabalho envolve pontos básicos como humildade, responsabilidade, integridade, responsabilidade e comprometimento. Quando um colaborador não apresenta essas características dentro da instituição, é um sinal de falta de ética profissional. Saiba como lidar com este tipo de funcionário e conversar com membros da equipe que estão descontentes no trabalho:

Como conversar sobre falta de ética no trabalho?

Ser um bom coordenador de equipe certamente não é uma tarefa simples e, inevitavelmente, em algum momento o gestor terá que lidar com um colaborador insatisfeito e que pode interferir no bom andamento de toda a equipe.

É fundamental que os líderes saibam lidar com essas situações e contornar os problemas, de modo a transformar o colaborador insatisfeito em uma importante peça da equipe. Em muitos casos, o funcionário só precisa de um pouco de atenção às suas necessidades, além de cuidado por parte de seus líderes. Confira algumas dicas de como conversar com o colaborador descontente:

Avalie a situação

Antes de tomar qualquer decisão em relação ao problema, dedique um tempo para entender o que está causando a insatisfação. Converse abertamente com o colaborador, ouvindo com atenção o que ele tem a dizer e sendo o mais compreensivo que puder. Em seguida, avalie se as frustrações apresentadas fazem sentido e pense em possíveis soluções.

Não demore para adotar uma solução

Ao identificar um funcionário insatisfeito que está agindo com falta de ética, não fique enrolando para resolver a situação: o ideal é resolver o problema o mais rápido possível. Tenha em mente que, quanto mais tempo demorar para que a situação seja resolvida, mais difíceis as coisas poderão se tornar.

Tenha cuidado com a privacidade

O ato de conversar com um colaborador que está insatisfeito deve ser feito de maneira privada, de modo que o profissional se sinta mais confortável para revelar o problema e explicar seu descontentamento sem constrangimento. Lembre-se que, muitas vezes, o problema pode estar associado a questões pessoais que o colaborador pode não querer revelar diante de um companheiro de trabalho.

Mantenha a calma

Por mais que seja importante resolver o descontentamento de um colaborador de maneira eficiente e ágil, não adianta tentar resolver as coisas com pressa e sem planejamento. Alguns processos levam tempo, e grandes mudanças podem envolver questões maiores do que um único colaborador.

Matérias Relacionadas