Home > Empreendedorismo > Treinador comportamental cria programa para capacitar empreendedores com mais de 50 anos

Treinador comportamental cria programa para capacitar empreendedores com mais de 50 anos

iStock / Getty Images Plus / bowdenimages “Empreendedorismo Sênior” visa potencializar as capacidades conquistadas ao longo dos anos, eliminando características que podem atrapalhar no empreendimento.

Embora muitas pessoas imaginem que empreender é uma aventura para os jovens, é cada vez mais comuns que profissionais mais experientes apostem na abertura de um negócio próprio — especialmente aqueles que desejam continuar no mercado após a aposentadoria. Com base na máxima de que a longevidade está diretamente associada a um cérebro ativo e produtivo, o neurocientista e treinador comportamental Jô Furlan lançou o programa Empreendedorismo Sênior.

Desenvolvido em parceria com a Oficina UniversIDADE, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o projeto foi criado pelo especialista após ele ter observado que mais da metade das empresas abertas no estado de São Paulo pertenciam a pessoas com mais de 50 anos.

De acordo com dados da pesquisa “Global Entrepreneurship Monitor”, divulgados pelo Sebrae, a faixa etária dos 55 a 64 anos representava 29,6% dos empreendedores brasileiros em 2016. Um ano depois, esse mesmo grupo já era 32,3% do total de empreendedores do País. Para complementar este dado, um levantamento da Fiesp aponta que aproximadamente 40% das startups brasileiras foram criadas por empresários com 45 anos ou mais.

Furlan explica que, embora ele próprio esteja com 50 anos de idade, o programa não se destina a pessoas como ele — que já se dedica ao empreendedorismo há 30 anos. “Formatamos o Empreendedorismo Sênior para orientar aqueles que eu chamo de VES (Vividos, Experientes e Sábios). Queremos falar com quem já trabalhou como empregado durante boa parte da vida e está disponível no mercado, aposentado ou não, e que deseja aplicar seu conhecimento em algo próprio”, explica.

O treinador comportamental esclarece que o programa visa potencializar as capacidades conquistadas pelo profissional ao longo de seus anos de experiência, eliminando características que podem atrapalhar no processo do empreendimento. Ele aponta que, em geral, os principais desafios do empreendedor sênior consistem em superar seus medos e combater a resistência ao aprendizado e às novas tecnologias.

Vantagens do empreendedor sênior

  • Experiencia profissional;
  • Maior foco;
  • Maior rede de contatos;
  • Patrimônio adquirido;
  • Maior tempo livre para criar;
  • Menor dúvidas a respeito de atividades que trazem bem-estar.

Desafios e serem enfrentados pelo empreendedor sênior

  • Adaptação às novas tecnologias;
  • Vícios obtidos ao longo da vida como colaborador;
  • Medo de perder o patrimônio;
  • Resistência a adquirir novos conhecimentos e abrir mão de suas certezas;
  • Cultura de trabalho antiga e possivelmente ultrapassada.

Saiba mais sobre o cenário do empreendedorismo na terceira idade no Brasil.

Matérias Relacionadas