Home > Gestão de Pessoas > Veja 4 dicas de como conduzir uma entrevista de emprego em grupo

Veja 4 dicas de como conduzir uma entrevista de emprego em grupo

iStock / Getty Images Plus / FS-Stock Conduzir uma entrevista de emprego em grupo é muito diferente do processo seletivo individualizado, exigindo uma atitude diferente por parte do recrutador.

Profissionais de Recursos Humanos precisam organizar e conduzir entrevistas de emprego com frequência, e saber como conduzir este processo de maneira adequada está entre as habilidades consideradas essenciais para quem trabalha nessa área. Existem diversas maneiras de conduzir um processo seletivo, sendo que uma delas é a entrevista de emprego em grupo.

Conduzir uma entrevista de emprego em grupo é diferente do processo seletivo individual, e exige que as técnicas utilizadas e até a postura do entrevistador sejam diferentes. Confira algumas dicas que podem contribuir para que esse tipo de entrevista possa ser aplicado da melhor forma possível:

Dicas de como conduzir uma entrevista de emprego em grupo

Prepare antecipadamente

É fundamental que a seleção de candidatos seja feita com bastante cuidado e preparo prévio, pois a escolha do profissional que vai ocupar determinado cargo afetará a empresa a curto, médio e longo prazo.

Portanto, assim que souber que há um ou mais dias de entrevista chegando, planeje-se: se métodos variados serão utilizados, prepare-os antecipadamente, separe os materiais a serem usados e treine. Se vai apenas conversar, leia o currículo dos candidatos e faça um planejamento de como o papo vai se desenrolar. Não deixe de selecionar as perguntas que não podem faltar e de planejar as habilidades e qualidades profissionais essenciais para o cargo.

Seja simpático

É muito comum que os candidatos cheguem nervosos na entrevista de emprego em grupo.  Por mais confiante e preparado que um profissional esteja, sempre fica uma pequena dúvida que pode atrapalhar a fala e deixar o candidato desconfortável. Se o entrevistador for rude e desagradável, a situação pode se complicar ainda mais. Como você conseguirá avaliar as capacidades interpessoais de alguém se elas estão sendo afetadas pelo seu próprio comportamento? O melhor a fazer é ser simpático e deixar o candidato à vontade.

Seja objetivo e explicativo

Lembre-se que a entrevista de emprego não é uma via de mão única: assim como a empresa está testando candidatos, os trabalhadores também estão testando a empresa. Explique bem sobre a vaga, abra um espaço para perguntas e tenha certeza de que não há nenhum mal-entendido pairando no ar.

Incentive a participação

Para que dinâmicas e conversas funcionem bem, as pessoas precisam participar — de verdade e sem má vontade. Incentive a interação e o desenvolvimento entre os candidatos, tanto para observar quem está dificultando as coisas quanto para notar quem não consegue “sair do casulo” por culpa do colega. Isso é parte da razão pela qual dinâmicas existem.

Matérias Relacionadas