Home > Guia de Carreiras > Descubra 10 profissões que sofrem com a falta de talentos

Descubra 10 profissões que sofrem com a falta de talentos

iStock / Getty Images Plus / aleksey-martynyuk O “apagão de talentos” é um fenômeno que está associado a diversos fatores, levando à escassez de profissionais qualificados para uma determinada função.

Identificar e reter talentos é um dos maiores desafios enfrentados pelas organizações, que nem sempre conseguem encontrar o profissional ideal para ocupar determinado cargo. Esta tarefa se torna ainda mais complicada quando há uma escassez de pessoas qualificadas para a função.

Chamado de apagão de talentos, esse fenômeno está associado a diversos fatores, sendo que os principais são: maior exigência por parte das empresas em relação às habilidades técnicas necessárias, inexperiência dos candidatos e ausência das habilidades interpessoais por parte dos funcionários. Essas foram as causas encontradas pela pesquisa Escassez de Talentos, realizada pela agência de empregos e negócios ManpowerGroup.

O estudo — que está em sua 12ª edição — contou com a participação de mais de 39 mil empregadores de 43 países e territórios, e mostra justamente as principais dificuldades das empresas para reter talentos e formar profissionais qualificados para compor seu quadro de talentos. Além dos motivos citados acima, é apontado que esta escassez acontece porque existem vagas que realmente apresentam falta de candidatos, ao mesmo tempo em que muitos profissionais qualificados desejam salários e benefícios maiores do que os oferecidos.

De acordo com os dados coletados, 34% dos empregadores brasileiros estão com dificuldades para preencher suas vagas, uma porcentagem inferior à registrada nas últimas edições da pesquisa: 43% em 2016 e 61% em 2015. De acordo com Nilson Pereira, Country Manager do ManpowerGroup Brasil, estes números refletem a situação atual do País, que ainda registra mais de 13 milhões de desempregados.

Quais são as profissões que mais sofrem com falta de talentos?

De acordo com a pesquisa Escassez de Talentos Brasil 2018, as habilidades mais procuradas e difíceis de preencher no mercado brasileiro são:

  1. Representante de vendas: B2B, B2C e central de atendimento;
  2. Motorista: de caminhão, entrega, construção e transporte coletivo;
  3. Profissões de ofício: eletricistas, soldadores e mecânicos;
  4. Técnicos: controladores de qualidade, equipe técnica;
  5. Contabilidade e finanças: contadores certificados, auditores e analistas financeiros;
  6. Profissionais de saúde: médicos, enfermeiros e outros profissionais do setor;
  7. Tecnologia da Informação: especialistas em segurança cibernética, administradores de rede e suporte técnico;
  8. Suporte Administrativo: assistentes administrativos, recepcionistas e PAs;
  9. Indústria: produção e operadores de máquina;
  10. Engenheiros: químicos, elétricos, civis e mecânicos.

Como superar a escassez de talentos?

No Brasil, as empresas de médio porte são as que apresentam maior dificuldade para preencher vagas, seguidas pelas empresas de grande porte. Para superar essa situação e desenvolver uma estratégia eficaz para aumentar as competências e reter talentos na empresa, a própria ManpowerGroup indica as soluções. São elas:

Formar

Investir em aprendizado e desenvolvimento para, assim, aumentar o banco de talentos.

Comprar

Caso o talento não possa ser formado internamente e dentro do prazo necessário, encontrar talentos no mercado externo.

Pegar emprestado

Aproveitar a comunidade fora da organização para complementar habilidades, o que pode ser feito com ajuda de freelancers, trabalhadores de meio período e contratos temporários.

Migrar

Ajudar os profissionais a se movimentar e, assim, galgar novas funções dentro e fora da organização.

Matérias Relacionadas