Home > Guia de Carreiras > O profissional de recursos humanos

O profissional de recursos humanos

Foto: © Depositphotos.com / pressmaster

No dia 3 de junho comemora-se do o dia do “Profissional de Recursos Humanos”. Esta data foi oficializada em 1976 quando foi fundada a World Federation of People Managemente Associations – WFPMA, onde realizaram uma homenagem aos profissionais de RH. No Brasil, quem oficializou a data foi Genézio Lucone, fundador da extinta Associação Paulista de Administração de Pessoal – hoje ABRH-SP.

O cenário do mercado de trabalho de RH (Recursos Humanos) está em constante evolução, sendo que, os profissionais desta área vêm ganhando maior destaque dentro das organizações e a área tem sido mais valorizada nas empresas que também tem ampliado seu escopo. No passado, RH e DP (Departamento Pessoal) eram a mesma coisa. Hoje em dia, as empresas e os colaboradores já percebem a diferença de atuação de cada um. Isto foi um movimento muito lento mas já mostra bons resultados. Desta forma, hoje no Brasil, temos cada vez mais áreas de RH pensando no desenvolvimento e capacitação dos colaboradores, ao invés de somente controlar faltas, férias e benefícios.

Atualmente, as empresas buscam profissionais com grande experiência e que conheçam todos os subsistemas de Recursos Humanos, embora no desenvolvimento da carreira o profissional se especialize em um ou mais subsistemas, deixando para segundo plano, a parte mais operacional da área como Administração de Pessoal, Folha de Pagamento e Benefícios.

Com isto, os profissionais especializados em determinado segmento, e neste ponto, existe uma lacuna na formação destes profissionais, que nem sempre possuem a qualificação necessária em todas as frentes para ser um profissional completo e poucos são os que possuem a formação e experiência completa na área.

Já em outros casos, a lacuna principal é a aquisição da cultura organizacional necessária e adequada para que o RH possa desenvolver suas atividades de forma autônoma e estruturada. Muitas empresas, apesar de perceberem a importância do RH e de seus projetos, não os prioriza em detrimento de outros projetos, custos, outros orçamentos, e assim por diante. Resumindo, o RH precisa lutar bastante para conseguir seu espaço.

No passado, o profissional de RH era lembrado como administrador de empresas. Hoje, são também pedagogos e psicólogos. Ao longo do tempo, veio a necessidade de profissionais capazes de entender e analisar o funcionamento do comportamento humano e não só conhecimentos técnicos de CLT e folha de pagamento. Outro ponto importante é que, atualmente, o profissional de RH precisa conhecer alguns aspectos técnicos da empresa onde atua, ou seja, ser capaz de entender o ambiente e o perfil das pessoas que ali já trabalham ou que irão trabalhar. O profissional de RH precisa conhecer um pouquinho de tudo, absorvendo conhecimentos de diversas áreas, para saber exatamente quem é seu público.

Foto: © Depositphotos.com / Goodluz

Além disso, existe ainda uma maioria do sexo feminino, embora muitos homens já estejam fazendo parte da área nos últimos anos mas, a verdade é que o profissional de RH do futuro deve estar atento às tendências da área como a presença massiva de tecnologia em suas operações, o engajamento de pessoas e utilização de ferramentas em nuvem. Ter criatividade para buscar opções, não só para atração, desenvolvimento e retenção das pessoas, mas também, saber como ser um parceiro de negócios dentro da empresa, é fundamental para o sucesso da área e da carreira de quem escolheu atuar em Recursos Humanos.

Matérias Relacionadas