Home > Gestão de Pessoas > Prós e Contras da política de portas abertas nas empresas

Prós e Contras da política de portas abertas nas empresas

Esse tipo de política possibilita maior transparência entre os gestores e os funcionários

XiXinXing / iStock / Getty Images Plus A política de portas abertas deixa o clima organizacional muito mais agradável e amigável.

Ter um ambiente corporativo saudável e harmonioso é fundamental para as empresas. Segundo estudo realizado pela University of Central Lancashire, do Reino Unido, funcionários felizes são muito mais produtivos, proativos e criativos do que colaboradores desmotivados. De acordo com o site Trabalhadores.com, 52% dos colaboradores buscam motivação dentro das empresas, assim como uma boa relação interpessoal entre líderes e liderados.

Implementar uma política de portas abertas dentro das empresas pode ser uma excelente alternativa para tornar a relação entre líder e colaborador muito mais agradável e amigável. Isso porque a política de portas abertas torna possível que o funcionário entre em contato com os seus gestores sempre que for preciso, seja para ter uma conversa informal ou para apontar a necessidade de melhorias no ambiente corporativo.

Dentro dessa política, o profissional tem mais voz ativa e a comunicação acontece de forma integrada, possibilitando maior transparência e uma gestão compartilhada. O objetivo da aplicação desse conceito nas empresas é deixar o clima mais seguro, de modo que todos trabalhem falando a mesma língua e com cada vez mais produtividade.

Quais são prós e os contras da política de portas abertas?

Prós

  • O colaborador trabalha com mais segurança e maior proatividade;
  • Construção de um ambiente transparente;
  • Favorece a identificação de possíveis problemas;
  • Maiores chances de sucesso;
  • Elaboração de feedbacks eficientes e eficazes;
  • Relação entre líder e colaborador mais amigável.

Contras

  • O colaborador pode se tornar dependente desse tipo de gestão;
  • As interrupções podem atrapalhar a concentração e a produtividade dos gestores;
  • O sistema pode prejudicar a cadeira de comando (nível hierárquico) dentro da empresa;
  • O gestor precisa saber dizer não quando necessário.

Vale ressaltar que a política de portas abertas não pode ser aplicada de uma hora para outra dentro da empresa: é preciso primeiramente que os gestores estejam preparados para trabalhar por meio desse método, de modo que os líderes consigam se organizar e executar aos poucos o sistema de modo a estimular a produtividade de sua equipe e encorajá-los a procurar seus superiores quando necessário.

E-book gratuito tudo sobre coaching

Matérias Relacionadas