Home > Orientação Profissional > Entenda o conceito e a diferença entre debriefing e briefing

Entenda o conceito e a diferença entre debriefing e briefing

Ellagrin/iStock/GettyImagesPlus Briefing é um conjunto de informações fundamentais para a execução de uma tarefa. Já o debriefing é uma ferramenta que facilita a aprendizagem por meio da experiência.

Os conceitos de briefing e debriefing são amplamente utilizados nos dias de hoje e estão relacionados aos processos de produção dentro de uma empresa ou organização. Entenda o que é cada um deles a seguir:

Conceito de briefing e debriefing

Briefing

O briefing é um conjunto de informações que são consideradas fundamentais para o planejamento e execução de uma tarefa. Na maioria das vezes, ele reúne todas as informações a respeito de o que cliente deseja, ou seja: tudo aquilo que necessariamente precisa estar no produto final. É essencial, portanto, que o briefing seja muito bem elaborado.

Em geral, o briefing é um documento bastante utilizado por profissionais que atuam na área da publicidade, administração e consultoria. A importância do briefing é grande, pois é ele que permite que os processos sejam seguidos corretamente, sem qualquer má interpretação ou distorção que possa atrapalhar os resultados finais.

Um briefing considerado eficiente deve apresentar as características do produto, informações sobre o mercado, sobre os consumidores, os objetivos que se pretendem alcançar e as estratégias que deverão ser utilizadas para isso. Para que a sua eficiência seja satisfatória, é preciso que o documento seja o mais breve possível, trazendo apenas as informações mais relevantes, de modo a evitar a perda de tempo e de dinheiro.

Debriefing

O debriefing, por sua vez, é uma ferramenta bastante utilizada para potencializar a aprendizagem por meio da experiência. Este conceito surgiu já na Segunda Guerra Mundial e é utilizado hoje de maneira generalizada para se referir às questões de resolução de problemas, gestão de processos, orientação de desempenho e várias outras situações.

Hoje em dia, muitas pessoas confundem a ação de debriefing com as conversas que são feitas de maneira informal para saber o que deu errado em um processo. No entanto, o debriefing está além dessas situações, e precisa ser feito com toda a formalidade necessária, apresentando uma análise em profundidade de todos os resultados de um processo. De modo geral, um debriefing é composto por perguntas como:

  • Qual era o resultado esperado?
  • Em quais aspectos os objetivos foram ultrapassados e quais falharam?
  • Por que isso aconteceu?
  • Qual o melhor passo a ser dado em seguida?

Essas são as perguntas que um debriefing precisa apresentar para que se possa avaliar uma situação, identificar onde ocorreu a falha e entender os motivos de esta falha ter acontecido. Assim, é possível encontrar alternativas para consertar os problemas e aprimorar os resultados.

Matérias Relacionadas