Home > Produtividade > Entenda como o medo de ser demitido pode afetar a produtividade do colaborador

Entenda como o medo de ser demitido pode afetar a produtividade do colaborador

A princiapl forma de lidar com o medo de ser demtido, é sempre ser positivo independente da situação

CreativaImages / iStock / Getty Images Plus O medo de ser demitido pode afetar negativamente a produtividade e o desempenho do colaborador.

Com os reflexos da crise econômica, diversas empresa estão sendo forçadas a reduzir drasticamente seu quadro de funcionários, o que deixa os colaboradores muito preocupados em relação à sua permanência na organização. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no primeiro trimestre de 2017 o desemprego afetou 14,2 milhões de pessoas.

Embora esta seja uma situação realmente preocupante para a economia do País, a possibilidade do desemprego acaba assustando muitos colaboradores que não necessariamente estão correndo o risco de perder o emprego. Esse tipo de preocupação pode afetar negativamente a produtividade do funcionário, atrapalhando seu desempenho profissional e prejudicando até sua saúde.

Conhecido como “estresse da demissão”, esse medo acomete diversos colaboradores e começa a influenciar não apenas seu rendimento diário, mas o desenvolvimento da empresa como um todo. Veja abaixo algumas dicas importantes para lidar da melhor forma possível com esse medo.

4 dicas para lidar com o medo de ser demitido

Seja positivo

O primeiro passo para lidar com o medo consiste em ter pensamentos positivos e se manter otimista mesmo durante momentos de crise na empresa. Torne-se ainda mais determinado e focado para entregar bons resultados.

Controle suas emoções

Se você realmente acredita que vai ser demitido, encare esse processo com coragem. Atualize seu currículo, se cadastre em sites de vagas, faça novos cursos, entre em contato com pessoas próximas e vá preparando terreno. Assim, se a demissão acontecer, tudo já estará engatilhado e organizado no âmbito profissional.

Faça sempre o melhor que puder

Mesmo que um bom desempenho não garanta um emprego vitalício, oferecer o seu melhor pode ajudar sua vida profissional futuramente. Ao realizar um bom trabalho, o profissional consegue deixar uma marca positiva na empresa e, caso acabe sendo realmente desligado, poderá ter ótimas indicações para outras oportunidades, além de ter sempre as portas abertas dentro da organização.

Envolva-se mais

Se envolver em novos projetos e trabalhos pode ajudar na motivação e, consequentemente, na produtividade do profissional. Além disso, a realização de novos desafios serve para ocupar a cabeça do colaborador, podendo ser uma excelente oportunidade para ele mostrar seu melhor e se manter firme em seu cargo.

E-book gratuito tudo sobre coaching

Matérias Relacionadas